Skip to content

CAMPANHA DE ROSÁRIOS PELAS ELEIÇÕES

 

Clique na imagem para ler a oração que acompanha o Rosário

Clique aqui para ler o texto explicativo

 

Breve introdução aos salmos

breve introdução aos salmos

 

NOME — Em hebraico o salterio tem o nome de sefer tehillim — livro dos louvores (liber hymnorum, traduz São Jerônimo).

Salmo é um nome grego (psalmos) que traduz a palavra “mizmor” que encabeça muitos salmos “psalleim” — tocar um instrumento de corda ; ou cantar acompanhado de instrumento de corda.”

Saltério — conjunto de salmos.

INSPIRACAO — O Conc. de Trento confirma a Tradição antiga ao enumerar entre os Livros canônicos o “Psalterium davidicum 150 psalmorum”. É catalogado entre os livros poéticos e sapienciais.

NUMERO — 150; cifra canônica. Fora disso é apócrifo.

LINGUA — Foram todos escritos em hebraico.

AUTORES — O título do Conc. de Trento não quer afirmar que Davi é o único autor.

Davi é o autor de 88 salmos: O texto hebraico lhe atribui 73, outros 15 lhe atribui a Vulgata e LXX e 2 pela S.E. em outros Livros, mas 2 desses não são certamente de Davi ( sl42 & 136 )

Outros Autores:

— Salomão— atribuem— lhe o ps. 71 e 126.

— Moisés— sl89.

— Hemán ( do Templo )— sl87.

— Ethán ( do Templo )— sl88.

— Asaf ( mestre de coro do Templo no reinado de Davi. )— sl49; 72— 82 (12 salmos).

— Filhos de Coré (descendentes do levita revolucionário castigado por Moises no deserto) — ps. 41— 48; 83,84,86,87 (12 salmos ).

 

TEXTO dos SALMOS

Apesar de que o texto hebreu e o texto dos LXX (Vulg.) concordem com o número dos salmos, existe uma diferença de numeração entre eles. Os salmos eram de uso litúrgico, por isso os hebreus devido a circunstancias uniram alguns salmos e separaram outros o que acarretou diferenças:

    

 

              

DIVISÃO do SALTERIO

O saltério dos 150 salmos é o resultado da união progressiva, conduzida pela Providência , de diversas coleções de salmos mais ou menos compenetrados entre sí. Na Bíblia hebréa os 150 salmos são divididos em cinco livros e no último salmo de cada livro se encontra uma doxologia terminada por “...Fiat,Fiat.”. (com exceção do ps. 150 que é ele mesmo uma doxologia de todo o saltério).

Essa divisão nos dá uma cronologia aproximativa, que pode não ser exata por possível reacomodacão temática dos salmos para uso litúrgico.

Fillion fixa o período de composição dos salmos (excetuado o de Moisés) do ano 1050 ao 450 a.C. ( + — 600 anos)

 

1o LIVRO  — ps.1 a 41.

“Saltério Yahvista” porque Deus é designado pelo nome de Yahveh.

Autor — Davi

São salmos “pessoais”— tema freqüente: confiança em Deus nas dificuldades (perseguição de Saúl e revolta de Absalon)

 

2o LIVRO — ps.41 — 71.

“Saltério Elohista”— Elohim substitui o nome de Yahveh para que o santo nome de Deus não seja repetido (reverencia).

Autores — Davi, Filhos de Coré, Asaf e Salomão:

— saltério de Coré ps. 41 a 48 — De grande beleza e rica doutrina ; amor apaixonado pelo Templo e por Jerusalém.

—  ps. 49 de Asaf — é um poema nacional.

—  2o saltério davídico — ps. 50 a 71  (65, 60 e 70 são anônimos e o 71 é atribuido a Salomão).Aqui não se trata mais da epopéia davídica mas de uma oracão de  um exilio de coracão, um apelo todo cheio de confianca.

 

3o LIVRO  ps. 72 a 88    Elohísta.

— Saltério de Asaf — ps.72 a 82 . Conjunto de poemas nacionais que anima uma fé intensa na proteção de Deus sobre seu povo. Esse saltério foi muito cantado no exílio de Babylónia.

— sl83 a 88 — salmos isolados, reagrupados após o exílio. sl85— Davi,  sl87— Hemán,  sl88— Ethán.

 

4o LIVRO sl89 a 105  Yahvista.

— salmos isolados :sl89 — Moisés;

sl90,91,93,94,103 parecem pré— exilianos;

sl101 post— exiliano.

— salmos reais : realeza de Yahveh sobre indivíduos e nações : sl92, 95— 99.

— salmos davídicos — sl100 e 102.

— salmos históricos 104, 105: benefícios de Yahveh e infidelidade dos judeus.

 

5o LIVRO os 106 a 150   Yahvista.

— salmos diversos: sl106 — histórico.

sl107 a 109; 137 a 144 — Davi

sl110 e 111— sapienciais.

sl118 e 136— triunfo da Lei.

sl126— Salomão

— salmos do “Hallel “( do hebreu halle — Yah.) usado nas cerimonias mosáicas.

Hallel ordinário sl112 a 117

Grande Hallel   sl134 e 135

Pequeno Hallel sl145 a 150.

— salmos graduais: São 15 salmos ( sl119 a 133 ) post exilianos em sua maioria compostos para sustentar e exaltar a fé dos israelitas durante as peregrinações à Jerusalém.

AdaptiveThemes