Skip to content

CAMPANHA DE ROSÁRIOS PELAS ELEIÇÕES

 

Clique na imagem para ler a oração que acompanha o Rosário

Clique aqui para ler o texto explicativo

 

UM ROSÁRIO PELO BRASIL

CONVOCAÇÃO PARA A ORAÇÃO DO ROSÁRIO PELO BRASIL

Dom Lourenço Fleichman OSB

As últimas semanas foram marcadas pela agitação política, pela ansiedade de todos para ver quando os criminosos que nos governam serão castigados. Organizam-se manifestações nas ruas, e me parece justo que o brasileiro queira desabafar o medo que hoje sente, diante da grave situação política e econômica. Os brasileiros, finalmente, compreenderam que o PT é um partido comunista, e que o comunismo é uma religião diabólica, com princípios morais invertidos.    Leia mais

Porém, como nós da Permanência não somos Liberais, ou seja, não podemos pautar nossa ação política na liberdade humana, visto que o trono da supremacia é, e não pode deixar de ser ocupado pela Verdade, não fomos para as ruas. Os liberais, na verdade, acreditam nessa democracia liberal, justamente porque são liberais. Vão para as ruas porque acreditam que o "povo" move a política, e em certos casos, consegue mover também os políticos.

Nós não acreditamos no "povo", mas sim em Deus.

A fé católica nos obriga a acreditar não apenas na existência de Deus, não apenas na Salvação que nos foi outorgada pela Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, mas também no governo divino sobre todos os povos e nações.

Cabe, então, a pergunta: alguém se levantou no meio dessa balbúrdia política, para lembrar que só Ele é o Senhor, que protege o desvalido e o vinga pela derrota dos seus inimigos? Digam o nome de um só político, ou procurador de estado (está na moda), juiz, o lider da imprensa, que tenha lembrado que o Brasil já deu aula de expulsão do comunismo. Sim, foram as mulheres católicas, foi o Santo Terço, que atraiu para as ruas o povo brasileiro, no início de 1964. Foi rezando que o brasileiro moveu os brios dos nossos militares e estes, compreenderam que precisavam agir.

Ir para as ruas hoje é participar de uma manifestação democrática liberal, vazia de qualquer sentido religioso, necessariamente expulsando Nosso Senhor Cristo Rei das ruas, preferindo juntar todos os credos, religiões, partidos, maçonarias etc, num conjunto falso, onde a mistura de convicções opostas mostra a fraqueza de sua capacidade de resistir. Quem, no meio dessa gente, compreende que a Pátria é maior do que o cidadão; quem daria sua vida pela Pátria? Quem daria sua vida por Nosso Senhor Jesus Cristo?

Por isso não fomos para as ruas. Mas fizemos nossa parte, rezando nosso Terço e formando nossos jovens.

Hoje, convidamos nossos leitores a se unirem ao Rosário que será rezado na Capela Nossa Senhora da Conceição, nessa Quinta-feira Santa, às 18:00, pelo Brasil. Ele será seguido da Missa Vesperal e de todas as outras cerimônias da Semana Santa, como todos os anos, segundo a liturgia tradicional da Santa Igreja. 

Se você é católico, deixe de lado a mídia, esqueça Antagonista e a Veja, pois Cristo está sendo crucificado por causa dos nossos pecados. É preciso estar de pé, junto à Cruz, com a Virgem Maria e São João.

E não esqueçam o grave aviso dado por Deus aos que acreditam mais no povo do que no governo divino, quando falou pelo profeta Isaías, como está na primeira leitura da Quarta-feira Santa:

"Quem é este, que vem de Edom, de Bozra, com vestes tintas; este que é glorioso em sua vestidura, que marcha com a sua grande força? Sou eu, que defendo a justiça, poderoso para salvar.
Por que está vermelho o teu manto, e as tuas vestes como as daquele que pisa no lagar?
Eu sozinho pisei o lagar, e dos povos ninguém houve comigo; e os pisei na minha ira, e os esmaguei no meu furor; e o seu sangue salpicou as minhas vestes, e manchei toda a minha vestidura.
Porque o dia da vingança estava no meu coração; e o ano dos meus remidos é chegado.
E olhei, e não havia quem me ajudasse; e admirei-me de não haver quem me sustivesse, por isso o meu braço me trouxe a salvação, e o meu furor me susteve.
E atropelei os povos na minha ira, e os embriaguei no meu furor; e a sua força derrubei por terra.
As benignidades do Senhor mencionarei, e os muitos louvores do Senhor, conforme tudo quanto o Senhor nos concedeu; e grande bondade para com a casa de Israel, que usou com eles segundo as suas misericórdias, e segundo a multidão das suas benignidades".   (Isaías 63, 1-7)

AdaptiveThemes