Skip to content

CAMPANHA DE ROSÁRIOS PELAS ELEIÇÕES

 

Clique na imagem para ler a oração que acompanha o Rosário

Clique aqui para ler o texto explicativo

 

Category: Santo Tomás de AquinoConteúdo sindicalizado

Art. 2 – Se o bem é logicamente anterior ao ser.

(I. Sent., dist. VIII, q.1, a.3; III Cont. Gent., cap. XX; De Verit., q. 21. a.2, ad 5; a. 3)
 
O segundo discute-se assim. — Parece que o bem é logicamente anterior ao ser.

Art. 1 — Se o bem difere realmente do ser.

(I. Sent., dist. VIII, q.1, a.3; dist. XIX, q.5, a.1, ad 3; De Verit., q.1, a.1., q.21, a.1; De Pot., q.3, a.7, ad 6)
 
O primeiro discute-se assim. — Parece que o bem difere realmente do ser.

Questão 5: Do bem em geral

Em seguida, devemos tratar do bem. Primeiro, do bem em geral; segundo, da bondade de Deus; na primeira questão discutem-se seis artigos:
   

Art. 3 — Se alguma criatura pode ser semelhante a Deus.

(I Sent., dist. 48, q. 1, a. 1; II, dist. 16, q. 1, a. 1, ad 3; Cont. Gent. I, 29; De Verit., q. 2, a. 11; q. 3, a. 1, ad 9; q. 23, a. 7, ad 9 sqq.; De Pot., q. 7, a. 7; De Div. Nom., c. 9, lect. 3)
 

Art. 2 — Se Deus encerra as perfeições de todos os seres.

(I Sent., dist. 2, a. 2, 3; Cont. Gent. I, 28, 31; II, 2; De Verit., q. 2, a. 1; Compend. Theol., c. 21, 22; De Div. Nom., c. 5, lect. 1, 2.)
 
O segundo discute-se assim. — Parece que Deus não encerra a perfeição de todos os seres.

Questão 4: Da perfeição de Deus

Depois de termos tratado da simplicidade divina, devemos tratar da perfeição de Deus. E como um ser é bom na medida em que é perfeito, havemos de tratar, primeiro, da perfeição divina e, depois, da bondade divina. Na primeira questão, discutem-se três artigos:

Art. 8 — Se Deus entra na composição dos outros seres.

(I Sent., dist. 8, q. 1, a. 2; Cont. Gent., I, 17, 26, 27; III, 51; de Pot., q. 6, a. 6; De Verit., q. 21, a. 4)
 
O oitavo discute-se assim. — Parece que Deus entra na composição dos outros seres.

Art. 7 — Se Deus é absolutamente simples.

(I Sent., dist. 8, q. 4, a. 1; Cont. Gent. I, 16, 18; De Pot., q. 7, a. 1; Compend. Theol., c. 9; Opusc. XXXVII, de Quattuor Oppos., c. 4; De Caus., lect. 21)
 
O sétimo discute-se assim. — Parece que Deus não é absolutamente simples.
AdaptiveThemes