Skip to content

CAMPANHA DE ROSÁRIOS PELAS ELEIÇÕES

 

Clique na imagem para ler a oração que acompanha o Rosário

Clique aqui para ler o texto explicativo

 

02 de fevereiro: A Purificação da Santíssima Virgem [*]

2 de fevereiro
 
 
Depois que se completaram os dias da purificação de Maria, segundo a lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor (Lc 2, 22).
 
 
Neste Evangelho podem ser notadas sete virtudes da bem-aventurada Virgem: Primeiro, a humildade na purificação, da qual não precisava; segundo, o amor da pureza pela superabundância da purificação; terceiro, o amor da obediência: segundo a lei; quarto, a reverência ao Filho ao levá-lo ao Templo: levaram-no; quinto, a devoção aos lugares santos: a Jerusalém; sexto, a ação de graças na oblação do Filho: para o apresentar ao Senhor, pois a vós, Senhor, oferecemos tudo que nos destes; sétimo, a pobreza na oblação: dois pombinhos, que era a oblação dos pobres.
 
Ora, ao querer a bem-aventurada Virgem ser purificada, sem ter necessidade, nos ensinou como nós, que carecemos, devemos ser purificados. Devemos ser purificados de oito modos, conforme se pode tirar do texto:
 
1. Da mancha do pecado. O Senhor o purificou dos seus pecados. Ecle 47, 13.
 
2. No conhecimento, quanto à inteligência. De um coração puro. 1 Tm 1, 5; i. é, de um entendimento sem erro.
 
3. No afeto, quanto ao amor. Aqueles que invocam o Senhor com um coração puro. 2 Tm 2, 22.
 
4. No espírito, pela reta intenção. Purificai-vos do velho fermento. 1 Cor 5, 7; i. é, da hipocrisia. Guardai-vos do fermento dos fariseus. Lc 12, 1.
 
5. Na boca, quanto à fala. O Senhor está longe dos ímpios, mas atende às orações dos justos. Pr 15, 29.
 
6. Na mão, quanto às obras. Levantando as mãos puras. 1 Tm 2, 8.
 
7. Em todo o corpo, quanto à maneira de viver.
 
8. Nas coisas, quanto a supressão dos supérfluos. Toda a vara que não dá fruto em mim, ele a cortará. Jo 15, 2.
(Serm.)
      
 (P. D. Mézard, O. P., Meditationes ex Operibus S. Thomae.)

AdaptiveThemes